#NUTRIMORPHOSYS: Que impacto tem o tabaco na alimentação e na perfomance desportiva?

Mesmo que não fumes, conheces certamente algum amigo ou familiar que o faça. Uma vez que ontem, dia 17 de Novembro, foi Dia Mundial do Não Fumador não só vimos parabenizar todos aqueles que se superaram e hoje são mais saudáveis, mas também revelar como fumar afeta os resultados num programa de exercício físico. Apesar das consequências e perigos que o tabaco traz para quem fuma já serem badaladas, hoje em dia ainda há muitos atletas que fumam e praticam exercício físico.

Neste ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um relatório com os números mundiais da epidemia do tabaco. De acordo com a entidade, o cigarro mata, actualmente, 5,4 milhões de pessoas no planeta e, por volta do ano de 2030, esse número alcançará a casa dos oito milhões.

 

COMO FUMAR AFETA NA ALIMENTAÇÃO?

O tabaco, por atuar diretamente no sistema nervoso central, causa uma diminuição do apetite e afeta a atividade da serotonina e dopamina, neurotransmissores responsáveis pelo controle da fome. Também com a alteração do paladar, as percepções olfativas e o aroma dos alimentos diminuem, levando a uma redução do apetite. A nicotina, presente no cigarro, além de promover sensação de saciedade, também destrói parte da vitaminca C (importante na perfomance desportiva).  Esta é uma das explicações porque as pessoas engordam quando deixam de fumar, uma vez que a comida passa a saber melhor e o apetite aumenta.

RECOMENDAÇÕES: 

  • Beber pelo menos 2 litros de água, auxiliando o organismo a limpar e desintoxicar o corpo;
  • Verduras como alface controlam a ansiedade pois têm lactucina presente no talo, que funciona como calmante;
  • Alimentos como abacate e banana possuem triptofano, hormónio que atuam na sensação de prazer e bem estar, o que garante um sono mais tranquilo;
  • O consumo de Vitamina C está associado à diminuição de secreção de cortisol (hormónio presente na resposta ao stress), diminui o quadro de stress e a vontade de fumar;
  • Consumir figo e batata, ricos em zinco, auxiliam no processo de expulsão do dióxido de carbono do organismo;
  • Evitar o consumo de alimentos que estimulam o fumo, como carne vermelha, café e bebida alcoólica.

 

E NO TREINO, COMO AFETA?

Além de fumar diminuir a capacidade aeróbia, aumentar o batimento cardíaco, e ter um impacto brutal na perfomance, especialmente em treino de endurance (resistência), é responsável também por promover lesões musculoesqueléticas.

 

CONCLUSÃO

O impacto que o tabaco tem na perfomance é absurdo dado que não há qualquer benefício em fumar em termos de saúde. Desta forma, a tua qualidade de vida e o teu bem-estar merece a decisão de deixares de fumar, ainda que sempre com a ajuda de um profissional de saúde, uma vez que deves estar preparado em termos nutricionais (que te fornecerá estratégias para controlo do aumento do apetite).

Podes ser o próximo testemunho de mudança sem tabaco!

 

A Nutricionista,

Rita Mestre

                               

                             

Deixe uma resposta

Close Menu
×
×

Cart