#METATIPS: PERDER MAIS GORDURA UTILIZANDO O TREINO DE CARDIOVASCULAR

Independentemente do objetivo em questão, seja ele definição muscular, perca de peso ou hipertrofia máxima, concordamos que a conciliação de exercícios cardiovasculares com treino com pesos só poderá trazer melhores resultados, sejam eles estéticos ou perfomance cardiovascular (Ferrara, C. et. al, 2006). Porém, é uma questão de avaliar o contexto de treino e o objetivo do atleta, para adequarmos a sua colocação, intensidade e o volume corretamente.

Mas fazendo zoom ao tópico central, como poderemos potenciar mais queima de gordura utilizando o treino cardiovascular?

Baseamo-nos na lógica à sombra da ciência…

Constatámos que existe uma vantagem em realizar o treino cardiovascular APÓS o treino de musculação principalmente por duas razões:

1. O treino de musculação proporciona uma maior libertação de hormona de crescimento. Por sua vez, a hormona de crescimento estimula não só a queima de gordura, mas também a recuperação do tecido muscular (Goto K, et al, 2007).

2. O primeiro substrato energético utilizado durante a prática de atividades físicas é o glicogénio muscular. Como o treino de musculação é considerada alta intensidade, tem a capacidade de esgota o stock de glicogénio dos músculos mais rapidamente. Ao fazer o exercício aeróbio APÓS, o organismo será obrigado a utilizar como substrato energético o stock de gordura corporal.

Dica: Para a perda de massa gorda, o treino intervalado de alta intensidade (“High intensity Interval Training” – HIIT) apresenta maiores benefícios comparativamente com o exercício aeróbio de baixa intensidade e longa duração. Estudos recentes comprovam que o HIIT permite uma maior queima de gordura após o exercício e também em repouso, devido ao EPOC (“Excess Post-Exercise Oxygen Consumption”). Contudo, este é um método avançado e é sempre importante primeiro criar uma base de resistência aeróbia (Gentil, 2019).

O Personal Trainer,

André Cambim

                               

                             

This Post Has 2 Comments

  1. Excelente artigo, muito informativo

    1. Agradecemos o teu feedback João. Bons treinos!

Deixe uma resposta

Close Menu
×
×

Cart